Escândalo dos consumos na Mitsubishi vai custar 880 milhões de euros

O escândalo  dos consumos de combustível revelado há alguns meses, vai sair caro à Mitsubishi Motors. Segundo o The New York Times, a fabricante japonesa prevê que no ano fiscal de 2016, terá uma perda de 145 mil milhões de ienes, ou seja, qualquer coisa como 1.14 mil milhões de euros.

Esta previsão  constrasta com o desempenho da marca nipónica nos últimos anos. Será a primeira perda divulgada em oito anos. Em 2014, a Mitsubishi anunciou um lucro mundial de aproximadamente 1.1 mil milhões de euros, o que foi o dobro do ano anterior.

Assim, tudo  parecia correr de feição para a Mitsubishi, até ao momento que os fantasmas do passado voltaram à de cima. Alguns dos seus modelos construídos, principalmente para o mercado japonês, tinham anúnciados consumos de combustível inflacionados em valores que rondavam os 15%, isto tudo devido à maneira como com que as resistências ao andamento foram calculadas pelos engenheiros em condições de laboratório.

Depois deste escândalo, a Nissan apressou-se a comprar um terço da Mitsubishi, e sob a aliança Renault-Nissan é provável que seja dado um banho geral à Mitsubishi com o objectivo de a pôr rapidamente a gerar lucros e para que volte a ter a sua insígnia limpa.

O que acha desta situação?

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz