10 maneiras de pôr o seu carro como novo

Na maior parte dos casos, as pessoas fartam-se do carro muito antes de chegarem ao fim de vida deles. Mas como agora o cinto anda mais apertado do que o costume, trocar de carro só porque sim, torna-se um luxo dispensável.

A maioria dos casos porque nos fartamos do nosso carro, é por causa do aspecto e dos ruídos que ele começa a ganhar, fazendo com que ele pareça mais velho do que realmente é. No entanto, existem maneiras de mitigar os efeitos do tempo, e com isso dar ao carro um aspecto que possa ter perdido há uns anitos atrás. Aqui vão algumas dicas:

1ª dica – Limpar tudo 

Não me refiro a fazer apenas uma aspiradela rápida, mas sim uma limpeza a fundo, limpando todas as superfícies a que tivermos acesso. Lavar a carpete, plásticos e borrachas, limpar da mala toda a tralha que se acumulou ao longo do tempo, abrir o poço do pneu suplente, retirar o pneu e limpar o que foi escapando para lá, limpar o pó do macaco, retirar os bancos traseiros e remover tudo o que se esgueirou para o “buraco”. Se tiver um pouco mais de paciência e de mais conhecimento para efectuar o procedimento em segurança, retire também os assentos da frente e aspire a carpete. Aproveite também para limpar a parte de baixo dos assentos.
Para finalizar, abra o capô e tente retirar o máximo possível de pó e de resíduos que se acumulam com o passar do tempo. Aproveite e vá a uma garagem especializada e lave o carro por baixo (refinar), para retirar a gravilha que se possa ter acumulado.

Pode parecer simples e óbvio este passo, mas é importante que seja o primeiro realizado, pois durante este processo podemos encontrar problemas que precisem de ser resolvidos.

2° dica – Reavivar o interior

Foque-se sobretudo nas áreas em que entra mais em contacto, como o volante e o tablier. Comece pelo volante e se verificar se ele se encontra desgastado, compre uma capa que esconda o desgaste que apresenta. Se preferir, embora mais caro, também pode trocar o volante por um novo ou por um salvado que esteja em.melhores condições.
Na situação do tablier, caso o mesmo apresente danos, pode comprar uma capa para camuflar os danos, ou então pode se dirigir a uma oficina especializada que repara os dados que o mesmo apresenta.
Outra coisa que deve verificar é iluminação tanto do quadrante, como dos manipulos do AC, rádio, botões e iluminação do habitáculo. Estes possuem lâmpadas que com um pouco de paciência e preserverança se conseguem mudar por poucos cêntimos. No entanto, existem certos casos que podem ter estas lâmpadas embutidas, sendo impossível retirá-las. Neste caso o que pode fazer, é comprar um botão novo, ou então procurar um salvado, se quiser poupar. Em qualquer dos casos, vai logo notar a diferença.

Por fim, não nos podemos esquecer dos assentos. Estes com o tempo vão deteriorando-se, tanto a nível de tecido, como de espuma, fazendo com que estes não só apresentem um mau aspecto, mas também se tornem desconfortavéis. Caso só se apresentem com o tecido desgastado, considere forrá-los novamente com outro tecido novo, ou se apresentam também deficiências ao nível da espuma, leve-o a um estofador e veja o preço que fica o encher o banco com espuma nova. Muitas vezes esta solução até poderá não compensar se encontrar uns bancos iguais à venda, como por exemplo no OLX.

3º dica – Electrónica

 Mesmo que o seu carro tenha apenas uns dois ou três anos, é provável que já tenha um sistema de som/info-entretenimento desactualizado. Isto acontece porque nos últimos anos, as marcas apostaram fortemente nos sistemas info-entretenimento, com todo o tipo de conectividades, e para por a cereja no topo do bolo, também incluem muitas vezes navegação GPS. É claro que não vai livrar-se do carro por causa disto, mas pode fazer com que o seu carro acompanhe os tempos. Experimente comprar um rádio com leitor de MP3 e com conectividade Bluetooth para fazer o seu carro saltar para a actualidade. Muitas vezes estes sistemas não passam dos 200 euros, quando comprado numa loja especializada em auto-rádios, enquanto que a marca lhe pode chegar a pedir 1000 euros por um sistema equivalente.

4ª dica –  Injecte-lhe oxigénio

Entradas e filtros de ar não fazem milagres, mas podem ajudar o seu motor a respirar melhor, e consequentemente melhorar a performance, e a economia do seu carro. Em muitos casos a instalação pode ser feita por si, usando pouco mais do que uma chave de fendas.
Um sistema de escape também é um elemento que deve considerar caso queira obter o melhor resultado. No entanto devido ao preço, considere-o apenas caso tenha necessidade de substituir o que já tem instalado.

5ª dica – Polir os faróis

Os novos carros, isto é, construídos de 1996 para cima, em muitos casos, usam nos faróis plástico, em vez de vidro para proteger as lâmpadas. Acontece que este plástico compósito, com o passar do tempo começa a amarelecer e a perder a sua transparência. Isto faz com que a qualidade da iluminação diminua drásticamente, e também estrague a imagem do carro, dando lhe um aspecto de velho. Neste caso o que deve fazer, é polir os faróis. Em oficinas especializadas ou em casa, poderá o fazer, sendo que o importante é que em qualquer dos casos deve sempre no fim aplicar um verniz à prova de raios UV para prolongar a vida do polimento. Um tutorial que pode usar (brasileiro) está no seguinte link : http://pt.wikihow.com/Limpar-os-Far%C3%B3is-de-Seu-Carro

6ª dica – Limpe o sistema de ar condicionado

Tal e qual como o sistema caseiro de ar condicionado, o ar condicionado do seu carro, pode também sofrer de acumulação de bactérias, bolor, entre outros organismos que afectam a qualidade do ar dentro do seu carro. Devido a isso, deve-o frequentemente limpar, e não ignorar os filtros de ar do habitáculo. No entanto numa limpeza mais profunda, deve ver se a entrada de ar para o habitáculo está livre de folhas, pó ou outros detritos. Após ter limpado isso, deve mudar os filtros de ar do habitáculo, e usar um produto de limpeza das condutas de ar condicionado recomendado para o seu veículo, para terminar. Acredite vai notar.

7ª dica – Mude as borrachas

 As borrachas do seu carro vão se deteriorando com o tempo. Não é culpa sua, mas sim da natureza das mesmas. Com o passar do tempo, tornam-se mais duras e mais quebradiças. Além disso, não permitem fazer um selo térmico, de contacto ou sonoro tão eficaz quanto faziam quando eram novas. Por isso com o tempo, começam a deixar entrar o frio, a chuva, o vento, entre os outros elementos exterior ao habitáculo do carro. Por isso, esta alteração, em carros com mais idade, será das mais notadas, além de não ser das mais caras nesta lista.

Aproveite também, durante estas mudanças para verificar as escovas pára-brisas, e mude-as. Neste caso, damos uma outra dica, que é, não as mudar antes de o verão começar ,mas sim quando acabar, para prolongar a vida das escovas. No entanto, caso a mudança seja imperativa, mude logo assim que possível.

 8ª dica – Pintura

Tenha sempre à mão, uma caneta para retoques de pintura. No entanto seja prudente a usá-la. O mau uso dela, pode fazer com que a emenda seja pior do que o soneto. Por isso use-a apenas quando nota que o risco expõem o metal do carro, e não para retocar um retoque. No caso de ter muitos retoques, considere a pintura da peça, ou do lado em questão.

No entanto, se tiver plásticos que tenham ficado cinzentos, use uma lata de spray apropriada para o seu carro, e pinte o mesmo, de uma maneira cuidada para evitar acumulações de tinta e escorrimentos. Se este procedimento ficar bem feito, a peça ganhará uma nova vida, e já não terá que olhar para ela e lembrar-se que num carro novo não estaria assim.

9ª dica – Travões e suspensão

Discos e pastilhas de travões gastas, além de contribuirem para uma má condução, são um risco para a segurança dos utentes da via pública. Por isso assim que vir necessidade de mudar algum destes componentes, mude-os.
Os amortecedores, molas tabém são componentes que deve verificar e mudar quando nota que o carro apresenta deficiência na suspensão. Para além de tornar o seu carro mais seguro, também o torna mais confortável. E enquanto anda a verificar estes componentes, aproveite também para verificar as rótulas e os terminais da barra de direcção.

10ª dica – Jantes e pneus

 Obter melhor performance pode ser tão simples quando comprar um novo par de pneus. Lembre-se: Tudo o que transmite ao carro, é transmitido aos pneus, e quanto maior for a qualidade dos pneus, melhor a qualidade da resposta dele.
Aproveite para mudar também as jantes, e dê também ao carro um visual mais desportivo. Pode ser algo caro, mas tente compensar a compra das novas jantes com a venda das antigas.
E como sempre, uma coisa muito importante, mantenha sempre a pressão correcta dos pneus.
Tem mais dicas? Deixe-as nos comentários!
Acharam o nosso conteúdo útil? Não se esqueçam de fazer like na nossa página de Facebook e de subscreverem o nosso canal do Youtube. Se gostas mesmo muito do nosso projeto, torna-te nosso patron e apoia-nos na nossa página do Patreon.

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz