Já alguma vez viram “turbo rotundas”?

Ao contrário do que possam pensar esta ideia não nasceu na mítica cidade das rotundas, Viseu. A ideia é importada da Holanda e tem como objectivo aumentar a segurança na condução e proporcionar uma maior fluidez de tráfego.

O país desenvolvedor deste conceito, a Holanda, num ano implementou mias de 70 turbo-rotundas e conseguiu uma redução de acidentes em aproximadamente a 80%. Além destes números na redução da sinistralidade o conceito permitiu uma maior fluidez de transito muito considerável.

O conceito

Na verdade estas rotundas são praticamente iguais às existentes e não seriam necessárias se os condutores respeitassem as boas práticas de condução nas entradas e saídas das rotundas, sem fazerem constantemente atravessamentos entre vias.

A eficiência destas rotundas está na forma como os condutores são canalizados através de uma obrigatoriedade de circulação entre lancis, evitando desta forma os cruzamentos dentro dos anéis de circulação das rotundas. Desta forma os condutores são obrigados a seguir um trajeto contínuo e mais fluido.

A verdade é que funcionam bem e realmente os acidentes em que o condutor que segue pela faixa mais à esquerda e muda repentinamente para a faixa da direita não acontecem, pois a existência dos lancis não permite este tipo de manobras.

Veja no seguinte video como funcionam estas rotundas e diga se não seriam uma boa solução?

 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz