Chefe do departamento de R&D da Audi suspenso por mentir sob juramento

O escândalo das emissões diesel no grupo Volkswagen não para de causar vítimas. Agora foi a vez de um chefe de departamento a ser castigado pelos seus papeis no encobrimento das emissões falsas dos carros a diesel da Audi.

De acordo com a Reuters, Stefan Knirsch, chefe do departamento de investigação e desenvolvimento (R&D) da Audi e membro da assembleia de directores vai ser suspenso dos seus cargos na próxima semana. Devido às investigações feitas por uma sociedades de advogados chamada Jones Day, foi provado que Knirsch tinha conhecimento do software que foi usado para ludibriar os resultados das emissões dos motores diesel 3.0 V6 da Audi. Para piorar o caso dele, mentiu no julgamento enquanto estava sob juramento.

Ironicamente, Knirsch foi a solução encontrada pelo grupo VW, quando Ulrich Hackenberg se demitiu depois de se ter descoberto o software fradulento das emissões.

Embora não se fale ainda em sucessores, é muito difícil que Knirsch volte a ocupar num futuro próximo os cargos que desempenhava dentro da marca alemã.

 

Fonte: Jalopnik

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz