Como as drogas afetam a condução

Todas as drogas são proibidas para quem conduz e além disso constituem um perigo não só para si como também para os restantes condutores.

Todas elas afetam de forma diferente por isso veja aqui as razoes para não consumir drogas enquanto conduz.

Cannabis

Vermelhidão e olhos secos são dois dos sintomas mais evidentes nos consumidores de cannabis. O consumo de canabis para quem conduz, provoca problemas para ver cores ou alterações nas mesmas. O efeito da cannabis provoca ainda uma redução no tempo de reacção dos condutores.

Cocaína

A cocaína provoca a dilatação da pupila do olho e provoca também olhos secos. Isto, provoca o efeito de fotofobia (ou seja a luz incomoda) com elevada sensibilidade provocada pelos faróis de outros carros ou mesmo semáforos.

Além disso, a pressão sanguínea aumenta, o que pode causar rupturas nos vasos sanguíneos dos olhos e, por conseguinte, a perda de visão súbita de um olho.

Ecstasy

Os consumidores de ecstasy podem ser afetados por visão turva, ilusões ópticas, brilho e olhos secos. O ecstasy também aumenta a pressão arterial, que pode causar problemas de retina e movimento involuntário dos olhos.

 

LSD

Esta substância dilata as pupilas e atua por fazes. Na primeira, as pupilas dilatam, o que provoca como consequência fotofobia e cores alteradas. Na segunda fase, podem ocorrer alucinações psicodélicas que tornam a condução impossível. Na terceira fase, pode provocar uma pressão arterial alta, o que pode levar à rupturas de vasos sanguíneos, à perda de visão ou mesmo à insuficiência da retina.

E agora vejam o efeito “real” ao volante!!!

 

Fonte.: autobil

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz