Tudo o que precisa de saber para ter uma boa posição de condução

A maioria dos condutores, tende a não ajustar correctamente o banco à sua posição de condução, em grande parte, devido à informação errada que vai sendo passada. Nestas falhas, podemos encontrar maus ajustes no encosto de cabeça, encosto lombar e na distância aos pedais e volante.

Não estando na posição correcta, o condutor força a sua postura ao volante, fazendo com que se canse mais, expondo-se ainda a possíveis lesões, para além disso, em caso de colisão, uma má postura pode impedir o correcto funcionamento do airbag, podendo por em risco a sua vida.

Mas como é que sabemos se a nossa postura é correcta ou não? Para o ajudar, vamos tentar identificar as posições erradas que mais vamos vendo por aí, e depois tentar explicar qual deverá ser, a sua posição de condução correcta.

Erros comuns:

Utilizar apenas uma mão

Esta, quase todos nós fazemos, seja por relaxamento, ou pura e simplesmente, por estilo, acabamos por conduzir apenas com uma só mão. Esta posição reduz a possibilidade de manobra de todo o volante a um só ponto, e em caso de actuação rápida, perdemos também precisão durante a manobra.

Conduzir demasiado perto do volante

Esta é a chamada, posição à velhota, nesta posição, o condutor não tem margem de manobra para movimentos mais bruscos, aumentando assim a sua fatiga e diminuindo a capacidade de manobra do veículo. Por outro lado, o condutor situa-se demasiado perto do airbag.

Conduzir demasiado afastado do volante

Nesta posição, o condutor não utiliza o encosto das costas e da cabeça. Em caso de colisão, o condutor pode sofrer desde uma lesão na cervical ou no pescoço. Os braços esticados impedem-no de realizar manobras rápidas com o volante.

Posição correcta para conduzir

Começando pela posição do volante, este deve permitir ao condutor colocar os seus pulsos na parte alta do volante (4), sem que os seus ombros se separem da parte superior do encosto lombar, e este deverá estar colocado de maneira a que as costas estejam totalmente assentadas sobre ele (1).

 

O encosto de cabeça, deverá situar-se a uma distância mínima do condutor, fazendo coincidir a parte superior da cabeça com o ponto mais alto do encosto (5).

A distância e a altura do acento, devem permitir o fácil acesso aos pedais e a correcta visualização da parte de trás do veículo (2), para isso, os olhos devem de estar a meio da altura do pára-brisas (3). A parte frontal do banco, deve estar atrás do joelho, e a sua altura não deverá fazer com que exista demasiada pressão a parte de trás das pernas (6).

Agora já não porque se sentar mal ao volante do seu carro, sente-se e aproveite todo o conforto que o seu carro tem para lhe oferecer e não torne as suas viagens em autenticas sessões de tortura.

 

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz