Imagens inéditas do dia em que o Ayrton Senna morreu

Ayrton Senna Williams

Bastantes anos depois do fim de semana mais negro da história da F1, que tirou a vida a Ayrton Senna e ao Roland Ratzenberger, chegam agora novas imagens por parte de um espetador, Thomas Gronvold.
Ele filmou vários momentos desse fim de semana, da prova de F1 no autódromo Enzo e Dino Ferrari.

Embora as imagens não mostrem as fatalidades que aconteceram, mostram as várias movimentações que foram acontecendo nas boxes.

Relembrar que antes dos acidentes fatais, Rubens Barrichello tinha sofrido um grave acidente na sexta-feira, que o impediu de participar na prova.
O Roland Ratzenberger bateu violentamente na curva Villeneuve no sábado quando a asa dianteira do Simtek soltou-se. Bateu violentamente contra o muro, a cerca de 308 km/h.
O Ayrton Senna bateu na curva Tamburello no domingo. A telemetria mostrou que Senna, ao notar o que aconteceu ao carro ainda conseguiu, nessa fração de segundo, reduzir a velocidade de cerca de 300km/h para cerca de 200km/h.

Vários acidentes, foram acontecendo ao longo do prova, não só com carros durante a corrida mas também nas boxes.

O acidente do Ayrton não surge no vídeo, mas os momentos seguintes de confusão, chamando a atenção a forma preocupada como Gerhard Berger procurou informações junto da boxe da sua equipa, a Ferrari, e a inquietação na da Williams.

Grandes pilotos foram morrendo ao longo dos vários anos da F1 e todos deixam saudades. Mas nesse fim de semana morreu um dos pilotos que ainda hoje é relembrado por quem com ele correu e por todos os amantes do desporto que assistiam aquela condução, aquela dança que o Ayrton fazia com o carro.

Fonte: Motor24

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

Notificar de
avatar
wpDiscuz