O pesadelo de Kris Meeke e o esforço heróico da equipa de mecânicos da Citroen

Durante o passado fim de semana, decorreu mais uma prova do campeonato do mundo de rallys (WRC), desta vez, o cenário foi a Argentina, e mais uma vez, como não poderia deixar de ser, esta etapa foi cheia de emoções, que o diga Kris Meeke, e toda a equipa da Citroen.

Depois de ter capotado durante a quarta especial, o carro de Kris Meeke mais parecia uma folha de papel amarrotada do que propriamente um carro. Mas em vez de deitar a toalha ao chão, a equipa de mecânicos da Citroen, decidiu meter mão à obra e recuperar o carro para que este pudesse continuar em prova.

Durante 3 horas, toda a equipa esteve imparável, recorrendo a várias peças de substituição e a umas quantas marteladas, o carro ficou pronto para que no Sábado de manhã pudesse voltar à prova. Fica aqui um vídeo onde mostra uma boa parte do trabalho em timelapse, sem dúvida, que para fazer um trabalho que a uma equipa convencional demoraria dias ou semanas, é necessário ter um grupo de trabalho organizado e de enorme qualidade.

Infelizmente este esforço não foi suficiente para que o carro concluísse a prova, pois este voltou a capotar na especial 14. Este último acidente foi bem mais grave do que o primeiro, o que fez com que fosse impossível recupera-lo.

 

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de