BMW vs Mercedes – A batalha pelo futuro dos eléctricos

Se calhar estamos a ser um bocadinho dramáticos, mas a verdade é que existe uma guerra aberta, BMW vs Mercedes, estas duas marcas estão numa senda que te como objectivo aumentar a sua oferta no mercado dos carros eléctricos.

Porquê estas duas marcas?

À medida que a industria automóvel vive, aquela que poderá ser a maior revolução da sua história, estas duas marcas batalham pelo desenvolvimento de novas tecnologias e ambas as marcas, já anunciaram planos para aumentar rapidamente a sua gama de modelos eléctricos até 2020. Embora tenham objectivos e metas muito semelhantes, o que distingue estas duas marcas é o caminho para os atingir.

Veja também: Quem ganha na fiabilidade (BMW, Mercedes ou Audi)?

Num artigo recente da Motor Trend, ficou claro que ambas as marcas discordam no caminho a seguir, no que ao futuro dos eléctricos diz respeito. O que não é de todo mau, porque nesta fase o campeonato, não existe um certo e um errado, ainda é muito cedo para ver quem é que irá ter mais sucesso com o seu plano, e só no final veremos qual das duas marcas, conseguirá atingir os seus  objectivos mais rapidamente com um menor custo.

Mas que planos são esses?

A Daimler, grupo que engloba todas as marcas do grupo Mercedes, pretende criar uma nova arquitectura para os veículos eléctricos, mantendo assim o nome Mercedes-Benz associado aos tradicionais motores de combustão, enquanto que a nova plataforma Mercedes-Benz EQ, ficará associada a toda a gama electrificada. Para tal o grupo estima que gastará mais de 12 mil milhões de Euros.

A BMW por outro lado, pretende criar duas plataformas diferentes, no entanto, a diferença estará na diferenciação das mesmas, que será feita pelo tipo de tracção, frontal ou traseira. Ambas as plataformas servirão de base a modelos de combustão interna, plugins e eléctricos, para tal, precisa de criar  plataformas flexíveis, um exemplo disso, é o BMW i Vision Dynamic Concept, que é um carro pertencente à divisão i, mas que foi desenvolvido tendo como base o Serie 5.

Ambas as companhias acreditam quer a solução correcta, mas só o tempo dirá que alguma terá razão ou se alguma estará errada, no geral, é o mundo automóvel que acaba por ganhar com abordagens tão distintas.

Como a rivalidade BMW vs Mercedes está ao rubro, a BMW juntou mais alguma lenha à fogueira, dizendo recentemente que conseguiria facilmente criar um super-carro eléctrico, capaz de rivalizar com o  Mercedes-AMG Project One, estará a BMW a preparar alguma surpresa com a sua divisão M?

Sigam-nos no Facebook e subscrevam o nosso canal no Youtube

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de