Novas alterações abrangem mais veículos na Classe 1

classe 1

Tem sido uma guerra já de algum tempo por partes dos construtores e importadores de automóveis a operar no mercado português, no sentido de a Classe 1 de portagens pudesse sofrer alterações de forma a abranger mais veículos.

Entre as vozes que se manifestavam para estas alterações, temos o Grupo PSA com fábrica em Mangualde, responsável pelas marcas Citroën, Peugeot e Opel, que fez recentemente um grande investimento para se poder fabricar os novos comerciais ligeiros e MPV, Citroën Berlingo, Peugeot Partner, Peugeot Rifter e Opel Combo.

classe 1

Estas viaturas, derivadas da base K9, tem todas mais que 1.10m de altura na zona do eixo dianteiro, obrigando assim os seus proprietários a pagar classe 2 de portagens. Se estas alterações não fossem aplicadas, poderia afetar não só a venda destas viaturas, como diminuição de postos de trabalho em Mangualde, levando assim a uma possível mudança da produção de veículos para Espanha.

Já Subscrevam o nosso canal no Youtube?

A classe 1 de portagens passa agora a incluir veículos até 1.30 de altura no eixo dianteiro, o peso máximo bruto passa para os 2300kg inclusive, sem haver um número máximo de lugares. No entanto os veículos devem cumprir a norma ambiental EURO 6, relativa às emissões de gases.

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de