Como manter e substituir o sistema de refrigeração de um carro

Problemas de aquecimento, tubos rotos e fugas no radiador, quem nunca… Um sistema de refrigeração em bom estado, é necessário para que o vosso carro, possa andar sem sofrer problemas de aquecimento. No entanto, devido ao desgaste do tempo e por vezes, a alguma má manutenção, este tende a ficar danificado e o seu funcionamento defeituoso.

Por isso mesmo, hoje vamos abordar o tema e dar algumas dicas, de como podem salvaguardar o bom estado do sistema de refrigeração do vosso carro. Caso já seja tarde de mais, vamos também mostrar como podem substituir o sistema de refrigeração.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

VERIFIQUE O NÍVEL DA ÁGUA

Esta deve ser o ponto base neste processo, no entanto, é também aquele que é mais negligenciado. Quantas pessoas daqui abrem regularmente o capon do carro e verificam os níveis de óleo e água? Certamente serão bastantes, mas existem muitas pessoas que passam meses sem ver as entranhas do seu automóvel.

Caso detecte que o nível da água está baixo, deve repor a quantidade em falta sem que esta passe a marca do máximo. Para o fazer deverá usar idealmente água destilada, ou liquido já preparado para o efeito.

Não deve utilizar água da torneira, pois como esta contem minerais, irá fazer com que as tubagens (metálicas) oxidem e acabem por apodrecer.

Utilizar anti-congelante

Caso opte por colocar apenas água destilada no circuito de refrigeração, lembre-se que deve colocar sempre anti-congelante no sistema. Cada tipo de motor usa uma determinada norma e deverá ter atenção a este factor, antes de o colocar no seu carro.

Este líquido serve para dar propriedades mais estáveis à agua, aumentando assim, o seu ponto de ebulição e diminuindo o seu ponto de congelação, para que este não evapore com tanta facilidade com o calor e não congele nos dias mais frios.

Não deverá colocar apenas anti-congelante no sistema, pois caso já tenha as tubagens de borracha em mau estado, isto só irá acelerar o seu processo de desgaste.

Verificar as mangueiras

O circuito de refrigeração é constituído por mangueiras e tubagens, estas dividem-se em dois tipos, tubos de borracha e tubos metálicos. Com o calor e com o tempo, os tubos de borracha tendem a ressequir, o que origina pequenas fissuras que são responsáveis muitas vezes pela perda de fluído.

Caso detectem que o vosso carro está a perder liquido de refrigeração, este poderá ser o problema. No entanto, por vezes as fissuras são tão pequenas que se torna muito difícil detecta-las.

Para ajudar a manter o seu bom estado de conservação, devem fazer limpezas regulares, para evitar a acumulação de óleos, gorduras e sujidade que possam prejudicar o com estado do material.

Verificar o radiador

O radiador é o maior componente do sistema de refrigeração de um carro e também ele sofre com o tempo. Para além da normal oxidação, este poderá sofrer pequenas fissuras que também elas irão deixar fugir liquido de refrigeração.

Antes de fazer qualquer verificação deixem o motor arrefecer, nunca devem desenroscar a tampa do radiador com o motor quente, pois a água encontra-se a ferver e podem sair queimados.

Caso detectem que a fuga se encontra no radiador, esta poderá ter diversas origens, as mais comuns são os orifícios nos favos, estragos na tampa ou mau funcionamento da válvula.

Trocar sistema de refrigeração

Caso o vosso carro já se encontre num ponto de não retorno, devem então substituir o sistema de refrigeração para evitar males maiores. Já que vão mexer no sistema, aconselhamos a troca de toda as tubagens que sejam de borracha para evitar chatices e para não correrem o risco de passados uns tempos, voltarem a ter o mesmo problema só que num outro local.

Para vos ajudar, trazemos mais um vídeo do Chrisfix, onde ele mostra todo o processo de troca de um sistema de refrigeração, desde a troca do radiador, até à troca de todas as tubagens envolventes.

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de