E se no futuro não existirem semáforos?

Ninguém gosta de ficar preso à espera que o sinal vermelho passe a verde, especialmente quando não há tráfego vindo na outra direcção.

Segundo um estudo, as pessoas passam em média dois dias por ano, parados nos semáforos. Por isso mesmo, a Ford está a explorar maneiras de eliminar os semáforos.

Embora seja uma ideia bastante assustadora, o vídeo divulgado pela Ford reforça essa ideia, pois os carros andariam demasiado próximos uns dos outros, especialmente nos cruzamentos… E certamente para algumas pessoas, existiriam momentos bastante tensos.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Apelidado de Intersection Monotoring Priority (IMP), o sistema usa a tecnologia de comunicação veículo-veículo, para se coordenar com os outros veículos que se encontram nas proximidades. Se dois veículos se estiverem a aproximar da mesma intersecção, o sistema exibirá a velocidade ideal a que devemos circular, para que possamos passar sem sermos obrigados a parar.

Além de poupar tempo, a Ford diz que a tecnologia poderia economizar combustível, pois os condutores não estariam presos em sinais vermelhos. A tecnologia também promete melhorar a segurança, já que quase 60% dos acidentes ocorrem em cruzamentos.

Veja ainda: E se conseguíssemos acabar com as filas de trânsito?

Como a empresa explicou, as pessoas desaceleram ou aceleram para evitar bater umas nas outras, mas não param de seguir em frente. Isto iria também fazer, com que o transito em algumas cidades, melhorasse significativamente.

O sistema não se destina exclusivamente a carros autónomos e poderá ser operado por pessoas, embora a sua aplicação seja mais fácil sem que haja controlo humano, pois a mínima falha, poderia comprometer todo o sistema.

O sistema IMP foi demonstrado esta semana em Milton Keynes, como parte do programa Autodrive do Reino Unido, que se concentra em “levar tecnologias de carros autónomos e conectados da pista de testes para as ruas”.

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de