Porsche define recorde a bater em Nurburgring pelo sucessor do 918

Porsche

A Porsche continua focada em conseguir bater recordes com os seus supercarros e isso não vai mudar nos próximos anos, visto que o chefe da Porsche Motorsport, Frank-Steffen Walliser, no LA Auto Show, comentou qual o principal ponto para o próximo supercarro da marca: um tempo de 6 minutos e 30 segundos em Nürburgring.

Sendo esta meta atingida, será 27 segundos do tempo a menos que o estabelecido pelo 918 Spyder em 2013. Walliser é tão focado naquele benchmark que disse: “Eu não me importo com o motor, 6m e 30s é o alvo. Carros desportivos são definidos pelo seu desempenho, então temos que procurar como alcançar”.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

O 918 Spyder usou um V8 de 4.6 litros com 608cv de potência, auxiliado por dois motores eléctricos que contribuíram com outros 281cv, para uma potência total de 887cv. Desde essa volta em 2013, quatro carros de produção foram mais rápidos: um Porsche 911 GT3 RS fez 6:56.4 no início deste ano, um Lamborghini Huracán Performante fez 6:52.01 em 2016, o 911 GT2 RS bateu o recorde em Setembro do ano passado com a 6:47.25, superado em Julho deste ano pelo actual recordista de carros de produção, um Lamborghini Aventador SVJ com um 6: 44.97.

Veja ainda: Porsche 911 GT2 RS MR, é agora o carro de produção mais rápido em Nurburgring.

Um 911 GT2 RS, preparado pela Manthey Racing, fez Nurburgring em 6:40.33 no começo de Novembro. No ano passado, um McLaren P1 LM preparado pela Lanzante conseguiu 6:43.2 e em 2015 um Pagani Zonda Revolucion supostamente fez 6:30. A marca dos 6:30 é também o alvo da Scuderia Cameron Glickenhaus 003 Stradale.

Oficialmente, nenhum dos quatro veículos mais velozes é híbrido, o que torna interessante a posição agnóstica do motor de Walliser. Ficaríamos chocados se o próximo supercarro da Porsche não fosse híbrido, o que iria contrariar o impulso geral da Porsche e da indústria. “Não esperem algo totalmente eléctrico”, admitindo Walliser: “Um carro eléctrico em 6m e 30s é um grande desafio”.

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de