Mazda vai chamar à oficina 2.2 milhões de carros

Sal rodoviário: Algo pouco habitual ver em Portugal por longos períodos do tempo.
Ainda bem. O sal, é uma das piores substâncias para entrar em contacto com o seu carro. O cloreto de sódio tem a particularidade de conseguir acelerar a corrosão nos carros, sendo que existem relatos de carros novos com ferrugem ao fim de dois invernos em zonas onde o sal rodoviário é muito utilizado.
No entanto os veículos da Mazda para além dos sinais de ferrugem, também começaram a ter problemas graves devido a mesma. Quão graves? Muito, visto que as portas das malas podem cair devido à ferrugem.
Devido a isso, a Mazda vai chamar à oficina 2.2 milhões de carros e crossovers no mundo inteiro para resolver esta situação.

A chamada à oficina é dirigida aos donos dos seguintes modelos:
– 2010-2013 Mazda3
– 2012-2015 Mazda5
– 2013-2016 Mazda CX-5
– 2016 Mazda CX-3

De acordo com a fabricante nipónica, a camada anti-corrosão usada nas molas pneumáticas das malas dos modelos mencionados em cima, é insuficiente. E quando a água e sal rodoviário se começam a infiltrar nas mesmas, começam-se a deteriorar podendo eventualmente partir, o que pode resultar em situações dolorosas para quem está por debaixo da porta da mala quando está aberta.
Para corrigir a situação a Mazda irá substituir as molas pneumáticas das portas das malas, que deverão ser fortificadas contra a corrosão, evitando desta maneira situações complicadas para os donos. Entretanto, se vive numa zona onde usam muito sal rodoviário, tenha cuidado pois pode doer.
De acordo com as fontes internacionais, esta chamada às oficinas deverá ser iniciada pela Mazda a partir deste ou do próximo mês, e os donos serão contactados caso o carro deles esteja afectado por esta situação.

Fonte: abcnews.com

Relacionados com esta noticia

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de