Os primeiros veículos autónomos da Volvo começaram a ser entregues a algumas famílias em toda a Suécia, para assim, ajudar o fabricante de automóveis a desenvolver suas tecnologias de auto-condução.

No início deste ano, a empresa revelou que cerca de 100 pessoas receberão Volvos com tecnologia autónoma, como parte do programa Drive Me. As duas primeiras famílias que receberam XC90s especialmente equipados, foram as Hains e as Simonovskis, ambas residentes em Gotemburgo.

As famílias serão obrigadas a monitorizar o SUV em todos os momentos. Ao longo do tempo, a Volvo apresentará funcionalidades de condução assistida mais avançadas e os condutores receberão treino especial. Inicialmente, os testes dos XC90 mais avançados, terão lugar em ambientes controlados.

Veja ainda: Comma neo – Uma maneira simples de tornar um carro autónomo.

Além do benefício óbvio de aumentar o número de quilómetros, a frota de protótipos autónomos da Volvo aumentou, o programa fornecerá aos engenheiros dados inestimáveis, ​​sobre como as famílias interagem com seus carros.

“Drive Me é um importante projecto de pesquisa para a Volvo Cars. Esperamos aprender muito com o envolvimento dessas famílias e usaremos as suas experiências para moldar o desenvolvimento da nossa tecnologia de condução autónoma, de modo que, até 2021, possamos oferecer aos nossos clientes um automóvel totalmente autónomo “, disse o vice-presidente sénior de R & D da Volvo, Henrik Green.

Sigam-nos no Facebook e subscrevam o nosso canal no Youtube