Com o decorrer do tempo, a palavra “coupé” perdeu o seu significado. Outrora reservada para carros desportivos de duas portas com linhas de tejadilho arrojadas, agora é aplicada a SUV’s e carros de 4 portas, sendo que, presentemente, o que distingue muitas vezes a versão coupé da não coupé é apenas a linha de tejadilho um pouco mais sofisticada para camuflar as origens mais humildes do modelo.

Se considera isto uma boa coisa, então a Land Rover tem o SUV para si.

Usando como base a excelente plataforma do Range Rover, o SV Coupe tem um corpo muito semelhante ao do Range Rover de quatro portas. No entanto, os únicos elementos da carroçaria que partilha com o seu irmão são o capô e a porta traseira inferior.

A impelir o Range Rover está um V8 superalimentado de 5,0 litros já existente nas ofertas da Jaguar-Land Rover, sendo que neste caso foi melhorado para produzir 577 cavalos de potência e 700 Nm de binário. Capaz de chegar aos 100 quilómetros/hora em pouco mais de 5 segundos, e com uma velocidade máxima de 266km/h, será o Range Rover mais rápido alguma vez construído pela Land Rover.

Se procura luxo, o Range Rover tem todos os pontos cobertos. As portas sem moldura do SV Coupe são electronicamente controladas, tem um tecto panorâmico que deixa entrar luz natural para iluminar uns assentos que podem ser mono tom, como também em vários tons. Para o exterior, existem 8 cores brilhantes ou matte, e a possibilidade de ter duas cores, uma para o corpo e outra para o tejadilho,  sendo ambas unidas ambas ao obro no ombro do SUV. 

O SV Coupe será construído à mão no centro técnico SVO da Jaguar-Land Rover na Inglaterra. Isto significa que este magnifíco SUV será extremamente caro (perto de 240 mil euros) e extremamente raro, com apenas 999 unidades planeadas para serem construídas.

Fonte: Road and Track

Sigam-nos no Facebook  e subscrevam o nosso canal no Youtube