F40

No Canadá o proprietário de um Ferrari F40, processou a seguradora ICBC, por esta não ter pago o suficiente pela reparação do seu carro exótico.

Em 2012, o proprietário deste Ferrari teve um acidente e a ICBC, concordou em pagar 790 mil dólares(cerca de 640 mil euros) pelos arranjos. No entanto, de acordo com documentos judiciais, o custo total podia chegar a 982 mil dólares (cerca de 795 mil euros).

Os documentos do tribunal confirmam que o veículo foi reparado, mas o proprietário alega que a ICBC está a agir de má fé por não cobrir o custo total dos arranjos.

Em tribunal, o juiz rejeitou a tentativa da ICBC de “abafar” as ditas alegações de má fé, feitas pelo dono quando o seu F40 estava ainda a ser reparado. O proprietário afirma que as acções da ICBC impediram-o de poder adquirir mais “veículos coleccionáveis com termos vantajosos”.

Uma declaração divulgada aos meios de comunicação, a ICBC afirma que o homem está a tentar ter uma compensação excessiva, em relação ao que realmente tem direito.

Terá a seguradora razão, ou apenas se esta a tentar escapar às suas responsabilidades?

Sigam-nos no Facebook e subscrevam o nosso canal no Youtube

Fonte: CarScoops