nsx

Foram precisos muitos anos até termos um sucessor do NSX original e a verdade, é que acabou por ser um pouco diferente, do que se pensava inicialmente, afinal de contas, acabou por vir a ser um super carro híbrido, bem diferente da besta que era o modelo original.

Claro está que muita gente preferiu ir comprar o modelo original ao novo, fazendo com que o preço do NSX original fosse subindo bastante. Neste momento, já se pode dizer que muitos dos preços dos antigos são quase iguais ao do novo modelo.

O exemplo em causa mostra uma pessoa que está a vender um NSX Azul de 2003 por cerca de 98 mil euros e existe um NSX de 2017 a ser vendido por 113 mil euros, ou seja, 15 mil euros de diferença.

Certamente que quem tem os 98 mil, poderia vir a pensar em investir mais 15 mil no modelo mais recente, mas ainda assim, qual realmente escolher?

O modelo de 2003 pode ser pensado como um super desportivo mais puro e duro, isto no bom sentido. Ele abandonou os faróis pop-up para unidades HID fixas, possui uma frente ligeiramente redesenhada e diferentes luzes traseiras. O veículo também recebeu algumas mudanças no interior.

NSX

As mudanças externas ajudaram o desempenho do NSX, baixando o tempo em 0,2 segundos dos 0 aos 200km/h e elevando a velocidade máxima para 281km/h. Falando em desempenho, o primeiro NSX foi originalmente oferecido com um V6 de 3.0 litros que produzia 252 cv e mais tarde, passou a contar com um motor 3.2 litros com 290 cv.

NSX

Por este preço, temos um NSX que pelas imagens, realmente parece estar em muito bom estado e bem cuidado. Tem 52 mil kms feitos, é um modelo que dá para remover o tejadilho, o que significa que tem o melhor de um coupé e de um descapotável num só carro.

O NSX de 2017, bom, apenas o nome se mantém original. Chris Harris apelidou o novo modelo de “Porsche 918 por um preço reduzido”, o que faz com que se veja bem as capacidades desta nova geração. O poder do NSX vem de um V6 twin-turbo de 3,5 litros que funciona em conjunto com três motores eléctricos. Com um resultado combinado de 573 cv, o novo modelo é quase duas vezes mais potente que o original.

NSX

Este tem apenas a marcar 850km feitos e possui alguns extras, como os travões de cerâmica.

NSX

Tendo em conta tudo isto, qual seria para vocês a escolha a fazer? O NSX original que teve mão do “Chefão” Ayrton Senna ou a nova geração, criada com tecnologia que quase parece saída de um satélite da NASA?

Sigam-nos no Facebook e subscrevam o nosso canal no Youtube