Nos tempos de universidade, era comum gritar Rotunda, quando o autocarro em que se seguia, abordava uma rotunda numa noite de queima e havia sempre a dúvida quem é que iria virar primeiro, se o autocarro, ou nós… Mas para este Mercedes GLE 63 AMG, não foi preciso gritar muito, pois ele até virou com alguma facilidade.

Há um estereótipo de que os SUVs não se dão bem nas rotundas, ou em curvas mais apertadas e é fácil de imaginar porquê. No entanto, os SUVs modernos têm configurações de suspensão melhoradas, que os tornam mais firmes e ágeis, levando a que algumas marcas, comercializem versões “desportivas” dos seus SUVs.

Sigam-nos no Facebook e subscrevam o nosso canal no Youtube

Mas isso não os tornam à prova de bala, no momento de abordar uma rotunda e como os velhinhos Citroen 2CV, existem poucos modelos. Que o diga o condutor deste Mercedes GLE 63 AMG, que viu o seu carro capotar, ao apertar um pouco mais com ele numa rotunda.

Provavelmente tentou fazer a gracinha e desligou todas as ajudas electrónicas, para conseguir de sacar um pequeno power-slide, no entanto, a coisa não correu como esperado e o único deslize que ele fez, foi com o tejadilho do carro no asfalto.

Obviamente, que provocar um SUV pesado como este não é a coisa mais inteligente a se fazer, mas mesmo assim, parece esquisito o quão fácil ele virou e ficou como uma tartaruga virada sobre a sua carapaça.

Veja ainda: AMG GT espatifa-se contra McLaren 650S numa prova de GT Open