Depois de ter deixado cair a produção de novos motores diesel, em prol de soluções mais amigas do ambiente, a Volvo afirma que 25% dos plásticos usados ​​nos seus veículos a partir de 2025, virão de materiais reciclados. A marca sueca, fez este anuncio durante  apresentação do XC60 T8 Hybrid-Plugin.

No interior do Volvo XC60 T8 Hybrid-Plugin, encontramos um túnel de transmissão feito de fibras renováveis ​​e plásticos provenientes de redes de pesca descartadas e cabos marítimos. Além disso, a carpete apresenta fibras de garrafas de plástico PET e uma mistura de algodão reciclado, que vem das sobras dos fabricantes de roupas.

Veja ainda: Volvo irá ter linha “Polestar Engineered” e a coisa parece ser séria

As fibras de PET também são destaque sob o capot, onde criam uma camada, com  um material especial de absorção de som.

“A Volvo Cars está comprometida em minimizar sua pegada ambiental global”, disse o presidente-executivo da Volvo Cars, Håkan Samuelsson.

A vice-presidente sénior de Compras Globais, Martina Buchhauser, pediu a outros fabricantes para seguirem os passos da Volvo.

“Já trabalhamos com alguns dos grandes fornecedores e têm existido avanços no que toca à sustentabilidade. No entanto, precisamos aumentar a disponibilidade de plásticos reciclados, se quisermos tornar a nossa ambição uma realidade. É por isso que pedimos a mais fornecedores e a novos parceiros, para que se juntem a nós, para investir em plásticos reciclados…”

Para além do seu compromisso em usar plásticos reciclados, a Volvo pretende ver o seu processo de fabrico melhorado, de forma a diminuir a sua pegada ambiental até 2025.

Já nos seguem no Youtube? Subscrevam o nosso canal!