O BMW Isetta é um dos modelos mais importantes da história da marca bávara. Foi o caminho da empresa para a sobrevivência na década de 50, quando os recursos eram escassos e as empresas alemãs estavam a recuperar da Segunda Guerra Mundial.

No entanto, as pessoas continuavam a precisar de uma maneira de se locomover e o Isetta fornecia apenas isso com seu motor de 1 cilindro de 247 cc e espaço limitado.

Já Subscrevam o nosso canal no Youtube?

Mais de 50 anos depois, o Isetta está prestes a renascer, desta vez em sintonia com as tendências dos tempos em que vivemos.

Dois irmãos Suíços mostraram ao mundo dois protótipos de um carro, que toma exatamente a mesma forma do Isetta original.

No lançamento, eles anunciaram que numa primeira fase, a produção estaria limitada a 500 unidades e apenas em alguns dias, todas as encomendas foram preenchidas.

Esta semana, os dois irmãos anunciaram que o Microlino, novo nome dado ao pequeno citadino, será construído pelo fabricante italiano Tazzari e eles pretendem fabricar 5 mil unidades por ano.

Desta forma, cada unidade produzida terá um preço de 12.000 Euros. Embora o preço possa parecer demasiado alto, quando comparado com outros carros “convencionais”, este modelo acaba por ser o reinventar de um icone e a exclusividade, acaba também por ter um preço.

O carro será construído usando componentes pré-existentes para manter os custos baixos. O motor vem de uma empilhadora e tem 22cv, enquanto as maçanetas das portas, são retiradas do modelo 500 da Fiat.

De acordo com a empresa, o carro tem um alcance de 120 km e uma velocidade máxima de cerca de 90 km/h, mais do que suficiente para áreas urbanas.

Além disso, pode ser carregado na totalidade em apenas em quatro horas e terá um custo inferior a 1,5 euros.