007

Bond, James Bond! Sem dúvida que a saga 007 foi trazendo ao longo dos anos os carros mais emblemáticos e que nos fez sonhar com a possibilidade de ter algum deles, especialmente se viesse equipado com todos os gadgets que o Q colocava religiosamente nos carros.

Um dos carros mais emblemáticos é sem dúvida o Aston Martin DB5 do Goldfinger, que foi recentemente imortalizado em LEGO. Os fãs que procuram algo maior agora podem sorrir, visto que a Aston Martin anunciou oficialmente a continuação do DB5.

Já Subscrevam o nosso canal no Youtube?

Com base no sucesso do DB4 GT, o mais recente projecto verá a parceria da Aston Martin com a EON Productions para construir 28 modelos de continuação inspirados no DB5. A Aston Martin diz que cada um será uma reprodução autêntica do carro do filme, mas haverá algumas modificações para “garantir os mais altos níveis de qualidade e fiabilidade de construção”.

Os carros serão construídos pela Aston Martin Works e cada um contará com um exterior Silver Birch. A autenticidade estende-se muito além da pintura, pois cada um deles virá equipado com “gadgets funcionais” apresentados no filme. Embora seja duvidoso que o carro tenha um assento ejector funcional, a Aston Martin confirmou que o modelo terá chapas giratórias – entre outras coisas.

007

Infelizmente, nem tudo é são boas notícias. Se já estavam a pensar em comprar e passear com ele nas estradas, o carro não vai será legar para circular nas estradas e o modelo custará 3 milhões de euros, sem os impostos.

As primeiras entregas estão programadas para começar em 2020 e 25 carros são destinados aos clientes. A Aston Martin e EON Productions, cada recebe um, enquanto o 28º carro será leiloado para caridade.

A Aston Martin não falou muito sobre o modelo de continuação, mas o DB5 original tinha um motor de seis cilindros de 4.0 litros que produzia 282 cv e 379 Nm de binário. Permitia que o carro acelerasse de 0-100 km/h em 7.1 segundos, com velocidade máxima de 238 km/h.

Pena mesmo o valor e o facto de não ser legal para circular nas estradas, pois já estava a imaginar os donos a saírem para dar uma volta e usarem alguns dos gadgets.