divo

Sim, de referir que a produção limitada de 40 carros do Bugatti Divo, já foi toda vendida, cada um por 5 milhões de euros, o que se estava a pensar comprar, já não vai a tempo.

A Bugatti apresentou, depois das várias imagens lançadas pela marca nas redes sociais a mostrar partes do novo modelo, o seu novo supercarro, o Divo, que mesmo sendo baseado no ainda recente Chiron, mostra bastantes diferenças.

divo

O exterior é onde se nota que este modelo teve mais modificações e que modificações excelentes. O design com linhas bem mais agressivas, o parachoques frontal mais aberto, mais rasgado com o seu novo spoiler frontal, entre outras tantas modificações, permitem que o Divo seja capaz de produzir mais a volta de 90kg de downforce, fazendo assim com este carro seja uma máquina capaz de comer as curvas sem muito esforço e com segurança.

Já Subscrevam o nosso canal no Youtube?

Estas modificações exteriores, permitem também que exista uma cortina de ar que ajuda no arrefecimento dos travões como também do motor, que é o mesmo 8.0 litros W16 do Chiron de quase 1500cv, mas o carro é mais leve cerca de 34kg, graças a materiais mais leves usados na construção das jantes, menor isolamento sonoro e sistema de som mais leve. Mesmo sendo mais leve, a velocidade máximo do Divo é menor que a do Chiron. O Chiron tem uma velocidade máxima de cerca de 420km/h enquanto que o Divo foi limitado de fábrica e sem opção de desbloqueio, a 380km/h. Menos velocidade máxima, mas mais velocidade em curva, é esta a justificação dada pela marca.

divo

Foram feitas modificações mecânicas a nível de suspensão e direção, de forma a conseguir por toda a potência do Divo sobre controlo e com isso o condutor poder usufruir ao máximo a sua condução.

O nome Divo, vem de um antigo piloto da marca, Albert Divo, que ganhou por duas vezes a Targa Florio nos anos 20.