Uma Patrulha Estadual de Washington, foi confrontada com dificuldades ocupacionais no início deste mês, enquanto tentava encostar uma mulher que conduzia um Toyota Prius. As dificuldades não se prenderam pela velocidade a que o carro seguia, mas sim, pelo facto de a mulher de 42 anos de idade, ter resistido à ordem de paragem porque… Conduzia um Prius

Após a insistência por parte da mulher, a polícia abordou o carro num cruzamento e mesmo após, terem instruído a condutora a sair do carro, ela recusou-se a obedecer, alegando “Eu não vou… Eu conduzo um Prius”.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

A condutora recusou-se a parar na berma da estrada, tendo mesmo dito, que preferia parar num parque de estacionamento, para aí, a polícia a inquirir… Após o quarto aviso por parte da polícia, esta condutora foi forçada a parar, tendo acabado detida por desobediência.

De acordo com The Daily Herald de Everett, a mulher recusou-se a deixar o carro após a ordem de detenção, tendo mesmo ameaçado a policia de que os iria processar.

O relatório policial alega que a condutora, disse que se recusou a parar na berma da estrada, pois no seu ponto de vista, iria comprometer o bom estado do veículo e que foi de mau tom, a polícia a ter mandado parar naquelas condições, visto ela conduzir um Prius.

Veja ainda: Casal recebe indemnização de 42 Milhões de dólares devido a más reparações no carro

É certo que por todo o mundo existem certos estereótipos, que acabam por ser relacionados com os condutores de algumas marcas, no entanto, no caso desta condutora, não devemos depreender que todos os condutores de Prius, têm a mania que o seu carro é especial e lhe confere um nível de status, que os coloca acima das leis.