Espanha

A Espanha está a considerar a proibição das vendas de automóveis movidos a diesel e gasolina a partir de 2040, como tentativa de combater as mudanças climáticas.

Ao proibir todo e qualquer veículo poluente, a Espanha também espera alinhar as suas regulamentações nacionais com as de outros países, como o Reino Unido e a França, conforme uma nota informativa distribuída aos jornalistas.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

“Algumas das mudanças necessárias mais importantes, afectam o transporte”, diz o documento. “A partir de 2040, o registo e a venda em Espanha de automóveis de passageiros e veículos comerciais leves que emitem dióxido de carbono, não serão permitidos.”

Esta nova lei, que o governo do primeiro-ministro socialista Pedro Sanchez espera apresentar ao parlamento até o final deste ano, vai no sentido de reduzir emissões e promover energia renovável e eficiência energética, ajudando a Espanha a cumprir as suas obrigações sob o Acordo Climático de Paris. O objectivo será reduzir as emissões de gases de efeito de estufa em 20%, tendo em conta os níveis de 1990, até 2030 e em 90% até 2050.

Neste momento, o Reino Unido e a França seguiram adiante com planos de proibir carros a gasolina e a diesel a partir de 2040, embora alguns políticos britânicos pensem que Londres deveria adiantar o cronograma e proibir já em 2032. Enquanto isso, a Dinamarca quer avançar com a proibição em 2030.

Com todas estas medidas que estão a ser apresentadas, quais acham que serão os impactos no dia a dia das pessoas e das empresas?