Nissan GT-R em fibra de Carbono

nissan

Quando o GT-R, R35, foi revelado, a Nissan afirmou que seus computadores eram tão avançados que as empresas de tuning não poderiam modificar o V6 biturbo de 3.8 litros. A realidade provou que eles estavam errados.

O GT-R, tornou-se um favorito absoluto entre as empresas de tuning que querem criar monstros de linha reta e donos que querem construir assassinos de hipercarros sem ficarem com as contas bancárias despidas. Consequentemente, nos deparamos regularmente com GT-Rs com mais de 1000 cv e, às vezes, até mais de 2000 cv.

 

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

No entanto, simplesmente modificar a mecânica do GT-R não era muito atraente para um proprietário no Reino Unido, que decidiu criar o mais leve GT-R imaginável. Fazer isso custa muito dinheiro, mas o produto final é um GT-R diferente de qualquer outro.

Cada peça da carroçaria exterior do carro é feita em fibra de carbono premium, incluindo o capô, portas, pára-lamas e pára-choques. Isso resulta em menos 140 kg, mas ficar mais leve, não foi barato. Na verdade, o dono gastou cerca de 66 mil euros para criar seu carro de sonho.

Esse dinheiro poderia ter sido facilmente gasto em um par de turbos reforçados e inúmeros outros upgrades de motor, mas isso não resultava num GT-R tão exclusivo. E, além disso, se ele quiser, ele ainda pode ajustar o motor V6 também.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de