Como é que é testada a resistência dos bancos dos carros?

A Ford Europa, decidiu por em prática uma série de testes, que têm como objectivo, testar como é que os bancos dos seus carros, resistem ao suor originado pelos nossos rabos.

Eu sei que isto pode parecer um pouco estranho, mas se pensarmos bem, este teste faz todo o sentido. O suor humano tem propriedades, que quando em contacto com os diferentes materiais que compõem os bancos dos carros, podem originar um desgaste precoce.

 

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Para garantir a durabilidade do seu material, a Ford, utiliza um simulador robótico, chamado Sweaty Robutt, que simula a utilização do banco, tendo como particularidade, a libertação de substancias, cuja composição é semelhante à do suor humano.

O robô, serve para simular uma pessoa, a entrar e a sair de um banco de um carro, enquanto está encharcado em suor. Este tipo de teste não é novo para a marca, pois esta já realizava um teste semelhante, mas em seco, sem a existência de suor.

A Ford, diz que ambos os testes, imitam uma década de desgaste. O teste de suor, dura cerca de três dias, enquanto o robô, “senta, levanta e roda” no assento, mais de 7.500 vezes.

Este é apenas mais um dos testes estranhos que as marcas necessitam de fazer, para garantir a durabilidade dos componentes dos seus carros.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notificar de