emissões

O grupo VW e a Fiat Chrysler, estão em risco de se verem envolvidas em mais um processo, movido pela União Europeia, devido a infracções nos níveis de emissões.

Ambas as construtoras, poderão enfrentar multas de até 1,83 mil milhões de euros e 746 milhões de euros, respectivamente, caso não consigam atingir os padrões de emissões definidos pela UE para 2021.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Esta advertência, foi feita pela consultora AlixPartners, cujo estudo, mostra o quanto é difícil para as marcas atingirem as metas europeias, no que toca à redução de emissões médias dos seus veículos de passageiros, para apenas, 95g / km nos próximos dois anos.

A previsão do estudo, no que diz respeito às possíveis penalidades, é baseada nos níveis de emissões relatados pela VW e pela FCA, no final de 2017.

Enquanto o Grupo VW disse que vai conseguir cumprir as regras europeias, a FCA prefere procurar a opção mais barata, o que poderá significar realmente pagar as multas.

De acordo com o estudo, os únicos grandes grupos de fabricantes de automóveis que não enfrentam o risco de sofrer sanções, são a Volvo e a Toyota.

Quanto ao Grupo VW, a razão pela qual enfrenta a maior multa é porque é o maior grupo automóvel da Europa, em termos de participação de mercado (24,3%).

A marca alemã, planeia produzir veículos eléctricos em massa a partir do próximo ano, o que segundo eles, irá equilibrar os padrões de emissões da UE.