ferraris falsos

A Polícia Civil de Santa Catarina no Brasil, encerrou uma fábrica clandestina na cidade de Itajaí, que estaria a construir Lamborghinis e Ferraris falsos.

A polícia encontrou oito réplicas na oficina e a apreensão, fez parte de um esquema de falsificação denunciado pelas duas marcas italianas. As cópias eram vendidas por valores que variavam entre os 50000€ e os 60000€.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

A operação era feita utilizando peças de carros usados e outros materiais de baixa qualidade, os veículos apenas eram construídos por encomenda. No lugar do motor, eram colocados motores convencionais em vez dos motores que normalmente se encontram neste tipo de desportivos italianos.

Segundo a Polícia Civil, a investigação começou há dois meses, depois de receber uma denúncia apresentada por um escritório de advogados, que representava tanto a Ferrari quanto a Lamborghini.

As duas empresas têm uma equipa que trabalha para descobrir operações ilegais em vários países e foi essa equipa, que encontrou o esquema no Brasil.

Dentro da oficina, estavam oito veículos inacabados, ferramentas e moldes para a produção e falsificação de peças. Dois homens, um pai e um filho, acabaram presos no local e após prestarem depoimento à polícia, acabaram por serem libertados.

Segundo a polícia, os suspeitos disseram que os carros eram protótipos legais. No entanto, eles irão ser acusados ​​de um crime contra a propriedade industrial.

A polícia referiu ainda, que iria investigar os titulares das encomendas e caso ficasse provado que eles sabiam que se tratavam de réplicas, poderiam vir a ser também acusados.