Renault Megane RS Trophy-R

É verdade que o novo Megane RS Trophy-R demorou a sair, no entanto, foi intencional por parte da Renault, que obviamente tinha as suas razões.

O objectivo deste carro era simples, reivindicar o recorde de volta de Nurburgring, para veículos de produção com tracção dianteira e a Renault, assegurou que so o lançaria, quando tivesse a certeza, de que o objectivo era cumprido.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Para quem anda à procura de um hot hatch mais radical, o Megane RS Trophy-R, deveria encher-lhe as medidas, mas será que ele no dia-a-dia é assim tão melhor do que um RS ou um RS Trophy?

Em primeiro lugar, a mais recente e melhorada versão do hot hatch francês, produz quase o dobro da quantidade de downforce em comparação com os seus irmãos.

Também é 130 kg mais leve, mas a redução de peso veio às custas da direcção ás quatro rodas, o que o tornam mais difícil de manobrar em cidade, e com a eliminação do ecrã de infotainment maior e de pequenas comodidades que no dia-a-dia se tornam bastante úteis.

O motor turbo de 1.8 litros e quatro cilindros é idêntico ao do Megane RS Trophy, produzindo 300 cv, pelo que não há um acréscimo significativo de potência, quando comparado com a versão Trophy.

No entanto, é quando vamos para a pista que o Trophy-R realmente brilha e se sente como peixe na água. A tracção e a aderência são simplesmente incríveis e os travões cerâmicos de carbono, que são opcionais, fazem toda a diferença no momento de travar.

Mas para a maior parte dos condutores, estes factores serão realmente determinantes para a utilização no dia-a-dia? Vocês prescindiam de algum conforto em prol de um carro menos confortável, mas mais radical em pista?

Deixem a vossa opinião na caixa de comentários….