Segundo algumas informações, a Volvo está a fazer o recall a 507000 veículos em todo o mundo, devido a um componente do motor, que supostamente pode levar a um incêndio.

No entanto, de acordo com a investigação interna da marca, o cenário mais provável, envolve o derretimento do colector de admissão de plástico, apesar de essa perspectiva ser “muito difícil de acontecer”.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Os veículos afetados incluem todos os modelos da Volvo, equipados com motores diesel de 2,0 litros e que foram fabricados entre 2014 e 2019. Entre esses modelos, incluem-se os S60, S80, S90, V40, V60, V70, V90, XC60 e XC90.

A empresa, informou que não tem conhecimento de nenhum relato de acidentes ou ferimentos pessoais decorrentes do problema e deseja remediar a situação, o mais rapidamente possível.

Em declarações à Bloomberg, um porta-voz da empresa disse que no pior dos cenários, existe a possibilidade de ocorrer um incêndio localizado no compartimento do motor. Quando questionada sobre o impacto financeiro do recall, a marca sueca recusou-se a comentar.

Obviamente, as reparações serão realizadas gratuitamente e os clientes deverão ser notificados em breve via e-mail. Eles serão instruídos a levar os carros para a concessionária local, para que possa ser feita a reparação.

Embora os detalhes específicos ainda não tenham sido partilhados, a Volvo deverá substituirá o colector de admissão, por um feito de materiais mais robustos.