Se estão a pensar em comprar um Honda com motor i-DTEC, devem saber, que só o poderão fazer até 2021. Segundo um relatório da Reuters, a marca japonesa, irá abandonar completamente os motores a diesel em solo europeu, até 2021.

Regras de emissões mais rigorosas corroboram com uma procura decrescente do diesel e isto, está a fazer, com que a Honda queira largar este tipo de motores, em detrimento de soluções electrificadas.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

O novo Honda CR-V demonstra essa intenção, pois viu o seu motor diesel, a ser substituído por uma solução híbrida. Outro modelo a adoptar este tipo de solução, é o Jazz, que na sua próxima geração, irá apenas ser disponibilizado com motorizações híbridas.

O objectivo da Honda, é que até 2025 todos os seus modelos possuam algum tipo de electrificação nas suas motorizações, quer sejam estas soluções 100% eléctricas ou versões híbridas.

A Honda não é a primeira marca a anunciar uma mudança no foco nas motorizações, já que a Volvo lançou no início deste ano, sua última geração de motores a diesel, que devem permanecer durante 5 ou 6 anos.

Isto não significa que os dias do diesel estejam contados, pois que a BMW estima que esse tipo motores, ainda tenham uma presença relevante nos mercados, pelo menos durante 20 anos.