Com o apertar das normativas europeias relativamente à poluição proveniente dos carros, os carros clássicos enfrentam dias difícieis, pois em alguns locais já é proibida a sua circulação. Por isso mesmo, o plano para os manter em estrada, pode muito bem passar pela sua eléctrificação.

A Lunaz, é uma nova empresa de eletrificação de carros clássicos e escolheu Silverstone, como o local para se instalar.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

A startup, liderada pelo ex-diretor técnico da Renault F1 Jon Hilton, afirma que tornará “os carros mais bonitos e famosos da história, prontos para o futuro”.

Actualmente, encontram-se em desenvolvimento, estão as versões elétricas do Rolls-Royce Phantom V de 1961, do Rolls-Royce Cloud de 1956 e do Jaguar XK120 de 1953. No momento do seu lançamento, este último, era o carro de produção mais rápido do mundo.

Cada carro será restaurado na sua totalidade antes de ser electrificado, a Lunaz, oferece uma variedade de esquemas únicos de pintura e pacotes de interiores projectados por especialistas em design automóvel customizado.

O Phantom V, um carro de oito lugares, está equipado com uma bateria de 120kWh, enquanto que o Jaguar, que é mais leve, possui uma unidade de 80kWh.

Todos os modelos possuem funções específicas dos carros eléctricos, como carregamento rápido e travagem regenerativa. Vão ainda equipar soluções mais modernas, como controle de tracção e cruise control.

Alguns destes carros clássicos, poderão passar a ter um motor duplo, produzindo cerca de 400cv.

O processo de electrificação de cada veículo, começa com uma análise abrangente da sua forma, peso e dinâmica pretendida. O motor e todo o seu hardware associado são removidos antes da digitalização em 3D do carro, para que os engenheiros da Lunaz, possam usar modelos em escala como referência.

O veículo é então submetido a um processo de restauração completo, que envolve uma decapagem e a correcção das imperfeições manualmente. Após a conclusão, o interior é modernizado com a adição de navegação por gps, wi-fi e um sistema de info-entretenimento.

O fundador da empresa, David Lorenz, disse:

“Eu gostava que um carro como um Jaguar de 1953, pudesse ser utilizado como um carro de dia-a-dia. A Lunaz pega numa história que todos amamos e oferece-lhe um futuro brilhante. Estamos a inovar para criar carros que são utilizáveis, dinâmicos mantendo o seu aspecto clássico.”

Os preços de um clássico electrificado convertido pela Lunaz, começam nos 400.000€ e as encomendas começam já em Novembro.