telefone durante condução

Os radares tradicionais, detectam as infracções relacionadas com o excesso de velocidade, no entanto, com o avançar da tecnologia, os radares vão ficando mais inteligentes e vão detectando mais do que os excessos de velocidade.

A mais recente inovação neste campo, é a detecção do uso de telefone durante condução, factor que contribui para o aumento da sinistralidade.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Se há uns anos, os condutores utilizavam o telefone para fazer chamadas durante a condução, o aparecimento dos smartphones, fez com a quantidade de distrações e tentações para o condutor, também aumentassem.

Por isso mesmo e para combater os números da sinistralidade associado à utilização do telefone durante condução, a Austrália, é o primeiro país a implementar esta tecnologia.

O sistema utiliza câmaras de infravermelhos, que captam as imagens que irão ser processadas por um sistema de inteligência artificial, que irá filtrar os condutores infractores.

Dado que este tipo de tecnologia é na verdade uma invasão da privacidade dos condutores, todas as imagens que não representem uma infracção serão descartadas e eliminadas pelo sistema.

Estes sistemas são de tal forma precisos, que conseguem detectar infracções, em carros que circulem até 300km/h.

Agora resta saber, quanto tempo vai demorar até este tipo de tecnologia vai demorar a chegar ao nosso país.