plano Europeu sobre emissões

As emissões de CO2 provenientes de carros novos na Europa, aumentaram em 2018, pelo segundo ano consecutivo, de acordo com dados publicados pela agência ambiental da União Europeia. Estes números, coloca as marcas, em rota de colisão com as metas climáticas definidas.

A Comissão executiva da UE, pressionou as marcas para fazerem mais, para reduzir a pegada de carbono deixada pelos seus veículos, de forma a cumprir com as metas de emissões mais rigorosas, que entram em vigor este ano.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Isto acontece numa altura, em que muitas marcas, enfrentam uma enorme crise provocada pela forte queda nas vendas, devido à pandemia de coronavírus.

As médias de emissões de CO2, foram de 120,8g/km em 2018, um aumento de cerca de 2g, em comparação com 2017, informou a AEA.

As marcas precisam de reduzir as suas emissões em 27%, em relação aos níveis de 2018, para assim, cumprir com as metas mais rigorosas de poluição da UE, de forma a evitar pesadas multas. As metas para 2020, limitam as emissões médias de CO2 de carros novos a 95g CO2 / km.

O aumento das vendas de carros a gasolina, aumentou as emissões de CO2 em 2018, enquanto que, o aumento das vendas no segmento dos SUVs, veio também, agravar estes números pois este segmento, correspondeu a 35% das vendas de carros novos da Europa em 2018, um aumento de 16%, quando comparado com os números registados em 2017.