e-legend

Há pouco mais de dois anos, a Peugeot espantou o mundo no Salão do Automóvel de Paris, onde mostrou o e-LEGEND, o protótipo de um carro eléctrico, equipado com a mais recente tecnologia de condução autónoma, mas com um design vintage e bastante apelativo.

A reacção do público à novidade foi instantânea, e de imediato, foi pedido à Peugeot, para iniciar a produção do e-LEGEND. Houve até um recolher de 60000 assinaturas, que pediam para a marca francesa avançar com a produção deste modelo.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

O balde de água fria, chegou em fevereiro de 2019, quando Jean-Philippe Imparato, CEO da marca francesa, afirmou numa entrevista, que a produção deste modelo nunca foi planeada.

Tal produção, teria um custo de 250 milhões de euros, quantia que a marca não podia alocar naquela altura, para a produção deste modelo. O que levou a que o e-LEGEND, se tornasse num dos muitos modelos, que acabou por não passar de um concept car.

A última vez que ouvimos falar dele, foi em maio de 2019, durante o Concurso de Elegância Villa d’Este, onde alguns sortudos, tiveram a oportunidade de conduzi-lo.

Na altura, a Peugeot anunciou este carro como sendo um modelo com tracção integral e 456cv, equipado com baterias de 100kWh que lhe dariam uma autonomia de 600km.

O poder eléctrico, leva este carro a acelerar dos 0-100km/h em apenas 4 segundos, e a uma velocidade máxima de 220km/h.

Quanto ao seu paradeiro actual, encontra-se no Musée de l’Aventure Peugeot, em Sochaux (França), embora seja possível que no futuro ele possa novamente ser visto em eventos ou exposições.