beber e conduzir

Beber e conduzir… Quem nunca não é?… Então quando acabar o confinamento, com a vontade com que estamos, de nos divertirmos e recuperar o tempo perdido, é certo que vão haver algumas pessoas, a cometer este ritual proibido…

Mas antes de sairem de casa, para irem beber shots de tequila, como se não houvesse amanhã, lembrem-se da velha máxima, se conduzir, não beba… Ou neste caso, se beber, não conduza

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Pois se o fizerem, para além de estarem a por em risco a vossa vida e das outras pessoas que circulam na estrada, caso sejam apanhados pelos agentes da autoridade, vão ficar a braços com uma situação, que vos consome toda a alegria e diversão da noite em meros segundos.

Aqui as consequências e a severidade das mesmas, variam com vários factores, a quantidade de álcool no sangue, assim como com o tipo de condutor e o seu número de anos, enquanto encartado.

Pois bem, vamos começar pelos mais jovens, ou pelo menos, pelos condutores que possuem habilitação para conduzir à menos tempo. Para este tipo de condutores, caso sejam apanhados com álcool, as sanções são mais pesadas. O mesmo acontece, com condutores profissionais.

ContraordenaçãoCoima mínimaCoima máxima/PenaInibição de conduzirPerda de pontos
Igual ou superior a 0,2g/l Grave

250€

1.250€

entre 1 a 12 meses

3
Igual ou superior a 0,5g/lMuito Grave

500€

2.500€

entre 2 a 24 meses

5
Igual ou superior a 1,2g/lCrime
Pena de prisão até 1 ano ou pena de multa até 120 dias
entre 3 a 36 meses

6

Para os restantes condutores a severidade é semelhante, mas apenas são autuados a partir das 0.5g/l, assim sendo, estas são as sanções.

ContraordenaçãoCoima mínimaCoima máxima/PenaInibição de conduzirPerda de pontos
Igual ou superior a 0,5g/lGrave

250€

1.250€

entre 1 a 12 meses

3
Igual ou superior a 0,8g/lMuito Grave

500€

2.500€

entre 2 a 24 meses

5
Igual ou superior a 1,2g/lCrime
Pena de prisão até 1 ano ou pena de multa até 120 dias
entre 3 a 36 meses

6

Segundo o artigo 148.º do CE, a condução sob influência de álcool confere uma agravante na perda de pontos, quando comparada com outras infrações do mesmo tipo.

A perda de pontos, pode implicar a necessidade de fazer uma ação de formação, um novo exame teórico, ou até a perda da carta. No entanto, por outro lado, poderá também ganhar pontos por bom comportamento.