lotus elise

Existe uma moda crescente, onde as modificações de carros mais antigos, levam à criação de versões Safari, cujo objectivo, é capacitar modelos incomuns, de capacidades de off-road. Eu pessoalmente sou um adepto deste tipo de modificações, no entanto, existem alguns modelos, que eu não esperava ver a ser transformados em off-roaders.

Um desses exemplos, é o Lotus Elise de 1999 “Versão Safari”. Esta é sem dúvida nenhuma, uma das modificações mais diferentes que já tive oportunidade de ver. No entanto, é também, o melhor tipo de inesperado, porque um Lotus Elise leve e com motor central, é um dos desportivos mais despidos de complexidade que podemos encontrar. Ao ver a sua receita de sucesso, aliada a uma versão Safari, mais aventureira e completamente fora daquilo para o qual foi inicialmente concebido, é no mínimo curioso.

Este exemplar pertence a Mathieu Echeverri, um designer francês que tem em sua posse este Lotus Elise Safari. O carro encomendado à DECL Concept em 2018, e encontra-se agora para venda em França por cerca de 22500€, o que até nem me parece um preço assim tão descabido, tendo em conta a exclusividade do carro.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Este exemplar do Lotus Elise é originário do Reino Unido e por isso tem o volante do lado errado, foi importado para a França em 2016 com pouco mais de 105000km marcados no odómetro. Não há menção à quantidade de quilómetros feitos até agora, mas nos detalhes da venda, é referido que o motor e a transmissão foram reconstruídos após sua importação. Após essa reconstrução, o vendedor refere que o carro percorreu cerca de 32.000 km.

O motor, continua a ser o 1.8 de 4 cilindros, montado transversalmente na parte de trás do carro e colocado sobre o eixo traseiro. Não existem qualquer tipo de alterações mecânicas referidas e por isso mesmo, este Lotus Elise Safari, deverá debitar os mesmos 118cv com que saiu de fábrica.

Embora possa não parece um motor muito potente, não nos podemos esquecer que este carro pesa cerca de 750kg, o que dá uma relação de 6.1kg/cv, o que é um número bastante interessante. Sendo um carro leve e com tracção traseira, quando o carro é levado para fora des estrada, torna-se num verdadeiro brinquedo, soltando a traseira com imensa facilidade, o que resulta numa enorme nuvem de pó…

Nesta versão Safari, o Elise foi elevado ao solo cerca de 20cm, o que juntamente com os pneus cardados, permitem que ele consiga atacar estradões de terra batida com enorme facilidade, algo que um Elise convencional, jamais se atreveria a fazer.