carro eléctrico mais vendido

Na semana passada, trouxemos aqui a notícia que relatava o facto de o novo Renault Zoe ter tido 0 estrelas nos testes da EuroNCAP. Para aqueles que ficaram muito surpreendidos e quase chocados com aquela classificação, hoje trazemos o crash teste, do carro eléctrico mais vendido na China.

Com 40.000 unidades vendidas em novembro, o Wuling Hong Guang Mini EV caminha a passos largos, para ultrapassar as 500.000 unidades vendidas em apenas 18 meses. A razão do seu sucesso não é propriamente o facto de ser um carro muito avançado tecnologicamente, mas sim, o seu preço baixo (28.800 yuans, o equivalente a 4.000 euros).

Já lá diz o ditado, que tudo o que é barato sai caro e a factura a pagar quando se compra este pequeno eléctrico, aparece quando ele tem um acidente. Sendo este carro feto utilizando uma mistura perigosa, um carro chinês que ainda por cima é barato, é expectável que a componente da segurança, neste que é o carro eléctrico mais vendido na China, não seja propriamente uma prioridade.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Isso comprovou-se, depois de o carro ter sido sujeito a uma serie de testes de colisão. Nos testes realizados, utilizaram um carro semelhante para os testes, onde o seu peso ronda os 500kg. Os embates foram feitos a 64km/h e o resultado é assustador, o carro ficou completamente deformado e completamente irreconhecível.

Se o teste tivesse sido feito, utilizando um ligeiro de passageiros normal, onde o seu peso ronda os 1200kg, o carro eléctrico mais vendido na China teria sido pulverizado. O próximo vídeo embora esteja em chinês, serve para ver o resultado do embate e a destruição causada pelo impacto deste pequeno eléctrico contra outro veículo semelhante.