rally3

Os carros de rally podem ter diversas formas, plataformas e tipos de estructura. Ao longo dos últimos anos, temos assistido a uma evolução impressionante e em 2022, vamos assistir a mais uma transformação nos carros de rally, especialmente naqueles que competem no campeonato do mundo de rallys.

A partir do próximo ano, vão existir 3 novas categorias, os Rally1, que irão substituir os actuais WRC e que pela primeira vez, irão passar a ser híbridos. Os Rally2, que substituirão os actuais WRC2 e WRC3, utilizados quer pelas equipas oficiais, como pelas equipas privadas e por último, iremos ter os Rally3, que irão substituir os actuais WRC Junior.

 

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

 

Dado que os Rally1 e Rally2, são carros cujo nível de competição e desenvolvimento ainda estão em “segredo”, detalhes sobre a sua construção, ou desenvolvimento, ainda estão no segredo dos deuses. No entanto, a M-Sport Polónia decidiu abrir as suas portas ao canal oficial da WRC, para mostrar como é que os novos carros são desenvolvidos.

Até aqui, os WRC Juniors, eram carros menos potentes e apenas com tracção frontal, no entanto, com a criação da categoria Rally3, estes carros ganharam novas características que incluem pela primeira vez, um sistema de tracção integral.

Estes carros, irão ser todos baseados no Fiesta ST e o seu desenvolvimento e construção, é feita a 100% na fábrica da M-Sport que se situa na polónia.

Todo o processo de desenvolvimento do carro, começa com uma carroceria de um Fiesta ST fornecida pela Ford e a partir daí, o carro é preparado. Nesta fábrica é feito todo o tipo de trabalho, desde a preparação da carroceria, até ao desenvolvimento de diferentes componentes, como é o caso de braços de suspensão, amortecedores e diversos componentes que integram o carro.

Todas essas peças passam por um rigoroso processo de qualidade, para garantir que estão aptas a cumprir com todas as exigências necessárias para aguentar uma prova de rally. Quanto ao motor, a sua base é um 1.5 ecoboost de 3 cilindros, que depois de preparado pela M-Sport, deverá debitar cerca de 200cv e 290nm de binário.