tesla hack

Um especialista em IT Security alemão, alegou no Twitter ter conseguiu controlar remotamente alguns aspectos funcionais de 25 Tesla, localizados em diferentes partes do mundo. Este “ataque” não teve como objetivo chantagear alguém, mas sim, relatar um problema, esperando que a marca americana possa resolver estes problemas de segurança.

Carros conectados e ligados à rede, funcionam como dispositivos electrónico, apenas têm a particularidade de ter quatro rodas. De acordo com o que acontece para cada dispositivo conectado à rede, também neste caso, o risco de este ser hackeado, existe e é algo que as marcas devem ter bastante consideração.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Felizmente, os aspectos vulneráveis destes Tesla, ​​não eram os relacionados com a condução, portanto, não há a possibilidade do controlo remoto hipotético da viatura. Os problemas, na verdade, não estão dentro do software da Tesla, mas sim, de controladores fornecidos por terceiros.

Não foi explicado de quem é a culpa, pois os detalhes técnicos não foram revelados, mas neste momento, podemos imaginar que os bugs estão presentes em alguns aplicativos de terceiros usados ​​pelos Tesla. Segundo o Tweet deste especialista em ciber-segurança, através da falha detectada, ele seria capaz de destrancar as portas, baixar e levantar os vidros laterais, controlar o sistema de infoentretenimento e muito mais.

Embora possam parecer funcionalidades secundárias, estas podem produzir sua própria dose de risco. A Tesla, depois de informada dos riscos, já se encontra a trabalhar numa solução para os problemas de segurança detectados.

Fonte | Insideevs