A Tesla poderá revelar o seu novo hatchback elétrico – Model 2, que deverá rivalizar com o Volkswagen ID 3, durante o Investor Day de quarta-feira, onde o CEO Elon Musk irá anunciar a terceira geração da plataforma EV da empresa.

Além de esboços do Tesla Model 3 e do Tesla Model Y atualizados, foi mostrado no vídeo de pré-visualização para o evento um desenho de perfil lateral do que seria o modelo mais pequeno e mais barato da Tesla, com um preço esperado de 25.000€ e com três portas e proporções muito mais baixas e compactas do que o Model 3.

Embora ainda não confirmado oficialmente, é provável que seja um dos primeiros carros a usar a próxima geração da plataforma EV da empresa, denominada Geração 3.

Já subscreveram o nosso canal no Youtube?

Anteriormente, Musk disse que a plataforma permitiria à Tesla reduzir os custos de produção (e, portanto, os preços dos veículos) e dobrar a sua produção atual. O incrivelmente bem-sucedido Model 3 é atualmente a oferta mais barata da Tesla, com preços a partir de 42.000€ na sua forma mais acessível. Conforme relatado pelo InsideEVs, Musk disse que a nova plataforma da empresa permitirá produzir EVs pela metade deste custo, o que sugere que um hatchback de mercado em massa e acessível é viável.

Anteriormente planeado para ser lançado em 2023, foi sugerido um preço inicial nos EUA de cerca de 25.000 dólares para o hatchback, o que equivale a menos de 25000€.

Por este preço, é esperado um alcance de 400km a partir de uma bateria de 50 kWh (a mais pequena até agora) enquanto a empresa se lança na competição com o ID 3 da Volkswagen, o Nissan Leaf e o Kia e-Niro.

O novo hatchback será supostamente produzido na China, conforme relatado pelo Teslarati, com a Tesla China a publicar uma oferta de emprego para futuros trabalhadores da fábrica num cartaz que mostra o mesmo hatchback compacto sem nome.

Atualmente, a Tesla oferece quatro carros na sua gama: o Model S, o Model X, o Model 3 e o Model Y, que chegaram ao mercado em 2012, 2016, 2017 e 2019, respetivamente. Todos eles usam a plataforma de segunda geração da Tesla, que em breve será substituída.